Apenas um toque

Se um dia me fosse dado o privilégio de aprender a tocar algum instrumento

Eu não aprenderia a tocar harpas, adufes ou cítaras

Nem tampouco consignaria o meu esmero em tocar algum tipo de alaúde

Mas, me dedicaria apenas ao aprendizado de claves que tocam a tua alma.

 

Se clave de sol ou clave de fá, não importa como eu chegarei lá pelo insistir.

No âmago do teu espírito, na profundidade do teu jeito mulher de existir,

Eu desejo ser a mais bela melodia regida pela essência do teu sentimento

Mais do que amigo, é a música do meu amor que sobre ti alimento.

 

Instrumentos que tangem cordas, harmonias de sopros e sinfonias;

Vida que toca em outra vida, de um intenso íntimo que acalma;

Mais do que tocar o teu corpo, eu anseio tocar a tua alma.

 

Se nos teus olhos, ou em teus braços os meus abraços...

Se no contorno do teu corpo, ou apenas no leve toque de mãos,

Espero sempre poder expressar, na mesma intensidade, o toque do meu olhar.