Site de Poesias

Menu

Sonhas acordada

 Olhas errante o horizonte
Sonhas acordada o amor
Fazes da ausência presença
E da distância benquerença
 
Belos sonhos
Que brotam da mente
Apaziguam a alma que sente
Nesse pensar inocente
 
Percorres a ceara descalça
Gritas aos quatro ventos
Procurando alcança-lo
Abraça-lo e amá-lo
 
Sonhas com o momento
Com as palavras escolhidas
Insegura dos sentimentos
Afugentando os tormentos

Compartilhar
João Salvador
22/07/2013