Site de Poesias

Menu

INVERNO

 Sinto um vago sentimento de tristeza, nestas úmidas paragens cobertas de brumas e solidão.

É como se existisse um pórtico com passagem secreta para um mundo misterioso de sombras invisíveis,

onde apenas a noite alcança.

A bruma vigia a pobre lua presa neste mundo nevoento, de suspiros e lamentos no sopro meláncolico do vento.

Ah! como eu queria poder dissipar essa névoa densa, e caminhar nos corredores silenciosos onde habita a luz..

Como eu queria emprestar os andaimes dos arquitetos da noite! e galgar suas escadas...

e num passe de mágica deixar o céu estrelado, prateado, luzindo em matizes multicores invadindo esse mundo

frio, vazio de brumas e solidão.

Cristiane Coradi.

Compartilhar

A tristeza que eu sentia se converteram em flores alguns viraram pedras, outros distância alguns se perderam no chão
outros o vento carregou feito papel de seda mas meu pensamento sabe, onde estão...

cris coradi
15/07/2013

  • 2 comentários
  • 196 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados