Site de Poesias

Menu

bicho homem

Não só feito de barro sou
Água em meu corpo também existi
Preciso ser regado amparado e respeitado
Viver em harmonia comigo e com os demais
Minha companhia é a brisa que vaga
Os meus olhares estão na terra que pisam
Minha vinda aqui é uma mera ilusão
Pois as mentes que sinto
Não alcançam o coração
Muitas vezes sou peão
Já outras educador
Dedos não tenho mas para contar os dias
Que arei e plantei nesse chão
Já me chamaram de mal educado
Por não saber com a mão pegar o garfo
Já se esquecem quantos partos fiz com essas mãos cheias de calo
Ate de bicho já fui chamado
só que mais bicho que eu é quem me ver como tal

Compartilhar
eri torres
19/01/2006