Site de Poesias

Menu

A Paixão Que Me Torna Poeta


Sempre no entardecer, incorpora-me um poeta
Despertado pela tua saudade, escreve a solidão
Em versos errantes, veloz como um cometa
Direcionados a paixão, que aguça minha visão
 
Sem o calor do teu corpo, sou apenas um profeta
Predizendo um futuro, quando me falta a opção
De estar com você, e viver o que me completa
No presente que desejo, teu amor em dimensão
 
Viajo livre pelos sonhos, logo sinto adormecer
Meu pensar se distancia, refém da imaginação
Minha loucura desperta e que a terra faz tremer
 
Acordo o meu grito que não te deixa esquecer
Que em você existo, dentro de qualquer canção
No refrão do meu amor, que canta em ti querer  

Compartilhar
Murilo Celani Servo
28/05/2013