Site de Poesias

Menu

Realidade

[Ilustração não carregada]

 Meus sonhos morreram todos, só hoje eu percebi... nem seguer um dia tive a vida que sonhei

olhos as estrelas no céu e me pergunto onde será que errei?

ao meu redor paredes sujas, muros velhos, árvores secas será justo? eu que tanto amo a natureza,

vivo num mundo limitado de ausências, eu que sempre lutei bravamente e o que ganhei?

dores, pedras no caminho, a alma ferida com profundas cicatrizes.

Para que me serviu a vida? não sei para mim é apenas um fardo um saco cheios de mágoas.

Fui vencida pelo cansaço, eu que sempre amei o tempo, e o vento, vieram para mim em forma de desilusão.

Não me trouxeram alegria, só marcas na face e no meu coração.

Cristiane Coradi.

Compartilhar

Me perdoem meus leitores, eu enganei vocês, aqueles versos coloridos, que sempre traziam uma alternativa
para um recomeço é uma farsa, era o mundo que eu sonhava, esta poesia sim é verdadeira, esta é a minha realidade.

cris coradi
22/03/2013

  • 5 comentários
  • 199 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados