A noite do século distinto

Aflorou em mim um sentimento antigo que talvez estivesse reservado para o futuro
Será que o conheci em uma vida que já se foi?
Talvez tivesse que encontra-lo exatamente onde encontrei.
Nunca saberei...
A magia, a voz, o toque.
Tudo em perfeita harmonia
 O ar se fez forte para nossos suspiros
Os raios ao longe concordaram com nossa sintonia.
Desejo que ele permaneça várias noites
 Construiremos um mundo somente para nós.
Longe de tudo, quero tê-lo em mim.
E trancar minha memória nesta noite
No leito de morte poderemos lembrar a nossa história.
E recomeçar, numa próxima vida. 

Michelle Gonçalves
© Todos os direitos reservados