Site de Poesias

Menu

Nuances do tempo

[Ilustração não carregada]

O tempo oscila dentro do próprio tempo,
e cada minuto é um evento. Sem perder
tempo nada se completa, nada se desfaz,
nada se perpetua. “O tempo são gotas de
sereno que o sol bebe ao amanhecer”.
O tempo é efêmero porque nada acontece
antes do tempo e dentro do tempo se nada
for feito nada se constrói. O tempo degusta a
a si mesmo, devora as horas passadas para
dar vida às horas futuras e o presente no
minuto seguinte já é póstumo. Ganhar tempo
é viver no ócio porque tempo não se ganha,
aproveita-se. O tempo é veneno de efeito
retardado cujo antídoto não existe. O tempo
subjuga a vida sempre mancomunado com a
                                                       [ morte.         

Compartilhar

Obrigado pelo carinho da visita ao sair deixe um comentário ou uma simples critica.

Jose Aparecido Botacini
14/03/2013

  • 8 comentários
  • 223 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados