Bem além...

Todos os papéis foram riscados
E a historia já acabou
Alguns saíram vencidos
E outros com beijos de amor
 
Os invejo a todo instante
Por um momento restante
Irei com um alto-falante
Reclamar por que o mundo
Com todo o seu fel
Além de ser injusto
Costuma ser cruel
 
Para que se preocupar?
Se vai rir ou vai chorar
Esse mundo é improvável
Impreciso e Importuno
Tanto é que outros mundos
Já pararam para olhar
 
E sem nenhuma razão
Chegaram a uma conclusão
Que mesmo com a paixão
Falta amor no coração
Dessa minha brava gente
Que com os olhos inocentes
E o enorme coração
Faz da vida uma canção
Sem qualquer explicação
 
Está bem além do azul
Do verde ou do amarelo
Bem além destas colinas
Das pinturas, dos castelos
Bem além da explicação
Ou qualquer outra razão
 
Só tem a ver com o amor
E com os olhos sorridentes
Com o sorriso da minha gente
E com toda a emoção
Que eu guardo no coração
E me faz um pouco mais humana
De carne, osso e alma
 
Sem toda a fachada
Que eles usam para mentir
Enganar e para trair
Eu sou como você
E me recuso a aceitar
Que um mundo como o nosso
Está do jeito que está.

Lana Sodré
© Todos os direitos reservados