Site de Poesias

Menu

De repente PERDER

Como uma rosa no desabrochar
Quanto o vento da tempestade
Você me fez chorar
Sem nem me dar oportunidade

Tudo surgiu como uma esperança
quiria qui durasse como o sorriso de uma criança
Mas com a velocidade que te vejo superar
Nem um minuto guento esperar

O jeito agora é Mudar
Pra quem sabe um dia ganhar
Mas tambem preparar pra denovo querer
E de repente PERDER

Compartilhar

ehh ... tem coisas qui aparecem como uma verdadeira esperança ... mas o pior eh quando a esperança vira descrença tão rapido ... ! DE REPENTE PERDER ... é o outro lado da moeda ... DE REPENTE VC mostra a esperança ... e esse mostra o fim !
mas é bom aprender a viver ... a amar ... pra quando a esperança aparecer novamente vc num deixar escapar ... !
mari ta ai o motivo da ajuda qui eu precisava :P kkkkk
ja qui vc ia mi ajudar nela ... ofereço ela pra vc :P kkkk naum pelo que a poesia diz e sim por vc ta me ajudando estandu du meu lado ... ! (falando nossas velhas besteiras kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk) :P
fuix... computador

Arthur Verona Fontes
31/12/2005