Site de Poesias

Menu

RELEMBRAR

 

Como num passe de mágica, a juventude a muito perdida parece que retornou,

Com brilho nos olhos um fervor por todo  corpo que a muito não sentia.

Não que isso mudasse muito,seu estado o mesmo continuava 

Mas a ilusão momentanea é o que importava 

 Levantando daquele banco foi atras daquele som que o atraia

Encontrou aquela multidão com roupas bonitas e todos se divertiam,

 Cantando velhas canções que em sua mente o tempo regredia.

Ninguem fez pouco caso por não estar paramentado como devia,

Bem oposto do que acontecia em seu dia a dia,

Alguem pegou em sua mão e o arrastou para a folia.

Mesmo estando fraco,pois muito pouco comia,

A fome sua companheira nesse momento esquecia,

Confetes e serpentina era tudo que queria.

E assim foi brincando de mão dada com aquela colombina

 Que para seus olhos era assim que ela se vestia,

Lembrando das glorias de outros tempos,deixou de lado tudo o que sofria.

Acompanhando aquele bloco nas  ruas que conhecia

No velho centro da cidade, rejuveneceu da noite para o dia.

Lembrança de outro carnaval em sua mente surgia

Parecendo tudo igual, ate mesmo essa linda colombina,

Olhando sua companheira que de mãos dadas ainda permanecia

 Com um sorriso cativante uma bebida  a ele oferecia.

Para ele foi o bastante,consciencia na hora despertou

 Não era mais o pierrot,mas alguem que na vida com a bebida se acabou.

Nesse momento porem aquela que sua mão segurava lhe disse com voz aveludada

- Pode beber sem susto é so agua ofertada.

Em outros carnavais tenho vindo na esperança de poder te encontrar.

.Pois meu amor de outro carnaval do coração não pude apagar.

Vamos relembrar velhos tempos, como se nada tivesse  acontecido

.Amanha sera outro dia e hoje podemos sonhar

Quem sabe agora um amor novo começar.

Uma lagrima rebelde correu em seu rosto,como a ela se desculpar

 Pelo que fez no passado no outro dia a deixar..

Um amor  de carnaval que ele levou na brincadeira,

 Uma colombina que abandonou em plena terça feira,

Agora vestida de fada aparece para o salvar.

Lagrimas correndo dos olhos, gentilmente a abraçou.

Com o coração explodindo na alegria ,saiu atras do bloco

Com nova empolgação cantando a canção...

EU SOU AQUELE PIERROT...QUER TE ABRAÇOU...QUE TE BEIJOU MEU AMOR..

Compartilhar
The Crazy
28/01/2013