Site de Poesias

Menu

O frio desta brisa noturna

[Ilustração não carregada]

O frio desta brisa noturna
Em mim fecunda 
______________
Poesia.

Os carros ao longe passam,
Os raios solares tardam,
O ruído das vozes ecoam
______________Poucas.

Eternizam-se nas esquinas
O istante mistério das cousas
Das vozes que soaram rocas
Nas tardes que passaram 
______________Ocas.

Compartilhar
Gabrielle Portella
04/01/2013