O viajante

Mote

No momento da partida
com tristeza me despeço
Mas a dor da despedida
se desfaz no meu regresso

Glosas

Sempre que temos motivos
pra ficarmos afastados
nossos laços afetivos
ficam mais entrelaçados
A tristeza que ela sente
mesmo que nada comente
em seu rosto é refletida
Quando vou me afastando
inda a vejo me acenando
no momento da partida

Por saber que ela não quer
que eu faça esta viagem
pelo amor desta mulher
quase rasgo a passagem
Seus anseios são os meus
mas na hora do adeus
o que sinto não confesso
Respondendo a seu aceno
parecendo estar sereno
com tristeza me despeço

Deixando a mulher amada
no aconchego do lar
parto pra minha jornada
já pensando em retornar
Começando meu roteiro
sou agora o passageiro
duma viagem comprida
Ir pra um lugar distante
não me deixa relutante
mas a dor da despedida

Na viagem não lamento
nem minha alma desespera
pois eu tenho um alento
em saber que ela me espera
Pra saudade dar estorno
minha data de retorno
em avisar-lhe me apresso
Sei em toda a minha ânsia
que o abismo da distância
se desfaz no meu regresso

 

 

Carlos Alê
© Todos os direitos reservados