Site de Poesias

Menu

FAMÍLIA.


Andavam,  Andavam,

passeavam,

praticavam sexo.

Ela,

que ninfeta!

Ele,

um filho dos deuses!

Impecavelmente,

inconfundidos,

irresistivelmente bonitos.

Quem os vissem

pensavam sonhar.

Coisa igual era inacreditável.

E ali estava a lucidez personalizada.

Era um macho.

Era uma fêmea.

Juntos ficavam,

uniram-se,

juntos ficaram.

Tiveram filhos:

as loucuras.

 

 

Compartilhar
Onivid ed Ortsac Saiuqalam
16/12/2012