Site de Poesias

Menu

Frágil manhã

[Ilustração não carregada]

Hoje acordei triste,
nuvens em minha
janela, e nos olhos
reflexos cinza...

Queria ter em meus
braços teu corpo
amado e nos beijos
teu sorriso cálido.

Ah! Felicidade frágil
como pétalas da flor
em canções do amanhã...

Forte e imbatível,
esta saudade perene
no coração adormece...

Compartilhar

Esta poesia também poderia se chamar saudade... P.Alegre. 30/09/05

Abel G. Saint'ell
14/12/2005