subversivo

 
 
 
ao morder pedra
cometi erro
 
de tanto andar
mudei o mundo
 
deflorei versos
tornei-me imundo
 
como anjo impuro
vivo em desterro
 
 
 
© Fernando Tanajura

Fernando Tanajura
© Todos os direitos reservados