Site de Poesias

Menu

S.O.S SURTO SELVAGEM

[Ilustração não carregada]


Sol! Secaste sonhos, satisfações.
Sentado, soluço; sinto saudades;
-"Sorrisos, sucessos, salários, saúde,
seara."
Satanás ! Sentenciaste-me seu servo?
Safado.
Sou ser simples, samaritano.
Sustento seis "santinhos" simpáticos,
suxo.
Sou soldado surrado.
Semeio sossego, status social...
Sina? sempre surpresa.
Sou ser sancionado
Símbolo social sacrificado.
Selecionado seriamente; sou sabor
 solar.
Senhor! ser superior , suplico-te:
Salva-me !
Sem sorte suficiente
serei sucumbido; sete sepulturas
surgirão.
Sombra sinistra, suor, surdes...
Solidão, sede, subnutrição, solo seco.
Socorro! Silencio suicida.

Situação : Secura; solução soterrada !

 

Compartilhar

do Livro " DE CARA LIMPA"
publicado pelo Clube de Autores e Agbook
https://clubedeautores.com.br/book/49668--De_Cara_Limpa
https://www.agbook.com.br/book/49911--De_Cara_Limpa São Paulo, 03/08/78

Pedro Vono (SP)
01/09/2012