Site de Poesias

Menu

Estou com medo de ficar sozinha

 

Me apaixonei,

Ou será que não me apaixonei?

Como saber se a emoção está tão bem guardada dentro de mim;

A emoção é admiração, é respeito, é um sonho que tenho com um certo alguém.

Porém eu nunca vivi tudo o que sinto;

Viver é estar com alguém,

dar carinho e receber carinho.

Viver é apoiar alguém,

Andar de mãos dadas.

Estou com medo

De nunca encontrar alguém

Com quem viver as emoções que eu tenho por dentro.

Quando eu era criança,

Achava que amar era uma coisa fácil.

E descobri que sentir é uma coisa fácil;

Encontrar uma pessoa, com quem compartilhar os sentimentos,

Isso sim é complicado.

Estou com medo de ficar sozinha com as minhas emoções.

Estou com medo de nunca vivê-las.

 

Escrito por mim em 27/03/2007

 

Embora eu transborde muita alegria hoje, minha vida nem sempre foi assim.

Por muito tempo a solidão me machucou. Para ser exata, até o dia 01/07/2009,

quando na internet conheci aquele que é hoje meu marido. Até julho de 2009, eu

compartilhei com leitores da internet essas minhas tristes poesias. Depois dessa data,

a poesia parou de falar comigo e eu me afastei daquilo que sempre considerei um dom:

falar do que sinto. Amar e ser amada me causou tanta alegria, que não mais tinha o que desabafar

em versos; e era para isso que me servia escrever. Mas recentemente senti vontade de retornar;

De falar as coisas que aconteceram comigo; de passar de alguma maneira esperança as pessoas

que ainda sofrem como eu sofri. Sofrer faz parte da vida; amar e ser amado também. É um direito de

todo ser humano. Devemos lutar por isso; porque por essa luta, vale a pena sofrer. Precisamos dar

sentido a tudo que vivemos nesta vida. Nós somos autores da nossa existência, como sempre diz meu

querido escrito Augusto Cury. Abraços para todos vocês.

Compartilhar
Melina dos Anjos
25/08/2012

  • 0 comentários
  • 65 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados