Site de Poesias

Menu

A Pérola e o Deserto

 A PÉROLA E O DESERTO. 16/08/2012.19:10:57
Leilane Neubarth.
IMENSOS DESERTOS, TRAÇADOS,
NESTE VASTO UNIVERSO,
TERRAS, MORROS E PEDRAS,
SOL ESCALDANTE VÊS,
SÃO INFORMAÇÕES QUE CHEGAM,
PÔR DIVERSOS QUE ALÍ VÃO,
ANTES BEDUÍNOS PASSAVAM,
E, TRAZIAM INFORMAÇÕES,
ESCRITAS NOSVÁRIOS TEMPOS,
HOJE, AINDA, POVOS PASSAM,
SOFRIMENTOS QUE FICAM,
GRAVADOS NA IMENSIDÃO,
CARREGADOS, PÔR CAMELOS,
SEGUROS PÔR UM CORDÃO,
OH! DESERTO, QUE ESCONDE,
SEGREDOS E MARAVILHAS,
QUE POUCOS TESTEMUNHARAM,
CALADOS, SEM MURMURAR.
MAS, HOJE, TEMOS VOCÊ,
BELA E LINDA BRASILEIRA,
QUE TANTAS MANHÃS ALEGRAM,
TRAZENDO INFORMAÇÕES,
LEILANE NEUBARTH,
MULHER, SIMPLES,
 BEM QUERER,
GUARDE AMIGA MATUTINA,
AS NOTÍCIAS BREVES OU LONGAS,
DESSAS GRANDES MARAVILHAS,
QUE MUITOS QUERIAM VER,
DA MESMA FORMA QUE AGUARDO,
MANHÃS ESPERANDO TE VER,
VEJA AMIGA, SE ASSIM POSSO DIZER,
A NATUREZA É SÁBIA,
FEZ TANTAS MARAVILHAS,
É SÓ VER,
DO DESERTO AO INFINITO,
MUITAS COISAS PARA VER,
A NATUREZA É PRÓDIGA,
FEZ BELEZA ACONTECER,
ENTRE TANTAS QUE CONHEÇO,
ESPERO QUE NÃO TE PERCAS,
POIS, A PÉROLA É VOCÊ,
E, JAMAIS VOU ESQUECER,
AGUARDO EM TEU RETORNO,
SÃ E SALVA,
POIS, NO BRILHO DOS TEUS OLHOS,
AZÚIS COMO UMA PÉROLA,
SIMETRIA SEM IGUAL,
FICO AQUI A ESCREVER,
ME DAS FORÇAS PRA EU VIVER,
SEMPRE ESPERANDO VOCÊ.
Autor: Augusto Rezende. (07/01/1999).

Compartilhar
Augusto Rezende
16/08/2012

  • 0 comentários
  • 55 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados