Site de Poesias

Menu

Tempo de ver estrelas

[Ilustração não carregada]

Solitude sob a noite escura,
já não me atento mais às vozes do tempo
das pessoas, das obrigações
Se o amanhã me chama hoje...
Não!
Não me chame que já não escuto ...
Vi uma paisagem linda da janela
azul, cheia de estrelas e cometas
estou tranquila e quebrantada
estou morna e fascinada
como se eu me banhasse nessa imensidão
e aquietando o meu coração
estou decantando meu próprio som


Por que esta janela é a da minh'alma!


Não quero analisar
minhas qualidades ou defeitos
meus erros ou acertos
estou na pausa de mim pra mim
observando esse cosmos luminoso
que Deus me presenteou
e o chamou de minha existência
Hoje eu não estou fazendo nada
com suspense e aventura
Hoje só estou existindo e vos digo:
estou aproveitando muito!

 

Compartilhar

Obgd por me ler!

Elisa Gasparini
28/07/2012

  • 9 comentários
  • 591 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados
  • Tags: