Site de Poesias

Menu

Silenciosa

Silenciosa no fio de tempo que nos conduz
respondo-te várias vezes também em silêncio.
Respondo
- Preferia que falasses
e eu tivesse apenas que responder à urgência de cobrir o teu corpo com as flores da manhã.

Compartilhar
Ari Kellerman
25/07/2012

  • 0 comentários
  • 25 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados