A Pipa

 Mais alto, como se estivesse viva, cada vez mais alto!

Dança, gira, rodopia, serpenteia, avança como em um salto!

A pipa é como os sentimentos que tem ânsia de infinito,

Como os amores mais intensos que se expressam em um silente grito.

 

Assim eu amei um dia e meu espírito foi arrematado em um assalto

De sentimentos extremos em um céu límpido tão longe do asfalto.

Voei como uma pipa crente neste livre amor bendito,

Mas caí como um Ícaro no mais duro e frio granito...

 

Quando serpenteavas diante de meus olhos, eras como uma fada do ar!

E eu te amava verdadeiramente, sem nunca, jamais me cansar.

Enfim, no vasto céu, de tantas pipas, eis que o destino derrubou a minha...

 

Folguei no momento em que juntos voamos: Eras a estrela que meu brilho continha.

Certo de que seria um voo eterno, me fiei em teus carinhos,

Mas também como uma pipa livre no imenso céu, escolheste outros caminhos...