Site de Poesias

Menu

Oração da natureza

 
Senhor,
no silêncio da alvorada,
venho pedir-te um favor:
que os homens,
respeitem meu ninho,
minha eterna morada,
dá-lhes um pouco mais de amor,
só um pouquinho,
Senhor,
quase nada.

Ivone Boechat

Compartilhar
Ivone Boechat
16/06/2012

  • 0 comentários
  • 58 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados