NAVEGAR

NAVEGAR

Em águas calmas queria navegar 
Admirar somente a imensidão 
Sem destino ou hora para chegar 
No silêncio eu e minha solidão. 

Olhar o céu e com nuvens viajar 
Sentindo o pulsar do coração 
Fechar os olhos e assim repousar 
Com o toque suave de tua mão. 

Sentir a brisa o meu rosto afagar 
Adormecer com a onda embalando 
Os sonhos que vivo acalentando 
E estão minha alma a sufocar 

Carol Carolina

Carol Carolina
© Todos os direitos reservados