Site de Poesias

Menu

Altares

[Ilustração não carregada]

Olhos Sacramentais, contritos,
Janelas entre abertas do teu espírito,
No oculto resplendor de dois altares,
Sonho com céu e terra, Anjos e mares
Rodeando teu sorriso...
São moradas, onde estão benditos pão e vinho
Homem e mulher,mistérios finitos,
Olhos refletindo cores,
Antigos amores e martírios...
Repouso hoje em tuas memórias,
O encontro de torrentes lacrimosas,
Morno e casto, meu exílio...
Direcionando em minhas chegadas grandes círios
Iluminarás por certo alguma ermida
Onde teu olhar com piedade venha em auxílio
Abrigando-me na tua pluralidade e paixão,
Luz e sombras de uma vida, nosso paraíso...

 

 

Compartilhar

04/06/2012