Site de Poesias

Menu

Mesmo que seja tarde. - Soneto em que há vassalagem.

Mesmo que seja tarde

Abra a janela

Olhe pra ela

E sinta, seu coração ainda arde

 

Ela passa de novo a tarde

Como sempre, muito bela

Acenda uma vela, ore por ela

Aguarde.

 

Volte a dormir

Amanhã é outro dia

Volte a sorrir

 

Pra voce até sorria

Mas voce tem de ir

Ao seu encontro todavia

Compartilhar
Pedro Martins Passarelli Manso
25/05/2012