Site de Poesias

Menu

RIMAR OU NÃO RIMAR

 

RIMAR OU NÃO RIMAR
"O meu olhar é nítido como um girassol"

“Não me importo com as rimas”

(Alberto Caeiro –heterônimo de F.Pessoa.

Eu só fico incomodado
quando uma rima não presta,
A rima é como bordado
Em um vestido de festa.

Poema pra ser natural
Não necessita abdicar
Da rima, qu’é tão normal,
Quanto normal é rimar...

Poema pra ser bem feito,
Não se discute ou contesta,
Tem que ter rima, confeito,
Como num bolo de festa...

E quando sol vai se pondo,
E a tarde já vai caindo,
Eu fico ainda compondo
Pra lua que já vem vindo,

Há gente que insinua,
Que fazer rima é frescura,
Rima é clarão da lua
Brilhando na noite escura.

Mestre Caieiro afirmou,
Que não se importa co’a rima,
Feliz dele que versou
E espia do “andar de cima”.

Para por fim à contenda,
Pois já cansei de trovar ,
Agradeço a minha prenda
Por tanto verso inspirar.

Um teto, roupa,comida,
Um grande amor pra valer,
Há muitas coisas na vida,
Mas a melhor é viver...

EMILIO CARLOS ALVES

Compartilhar
Emílio Carlos Alves
24/05/2012