O grito


A um passo da vida, a meio passo da morte. Arrastado pelas correntes de um mar de angustias.
Reflexos e reflexões visitam-me a cada instante, levando-me por caminhos assombrados por fantasmas criados em minha imaginação.
Encontro-me perdido com a bússola nas mãos, a estrela do norte me observa e a própria rosa dos ventos me oferece ajuda.
Seguindo por linhas tortas, traçando itinerários de duvidas, já não sei quem eu sou, duvido de minha própria sanidade.
A um passo da vida estando tão próximo da morte, em um grito desesperado em um sobressalto acordo de um terrível pesadelo.
O suor encharca a minha camisa, vejo a luz que invade meu quarto através do vidro da janela.
Logo nascerá mais um dia e logo cairá mais uma noite pra minha agonia..
 

 

 

 

Cesar Garcez
© Todos os direitos reservados