Site de Poesias

Menu

SONETINHO DO AMOR PLATÔNICO

 SONETINHO DO AMOR PLATÔNICO.


                               Ela era toda perfeita,
                       Com seu jeitinho de fada,
                       Tinha da graça , a receita
                        Para se fazer amada.

                        A deusa dos meus amores,
                        Tinha o perfume das rosas
                         E o encanto dos beija-flores
                         Esvoaçando, bem prosas...

                          Eu sei que a amei bem calado,
                          Como sozinho fizesse,
                          Ao firmamento estrelado,

                           Uma oração, uma prece
                           Nesse meu sonho acordado,
                           Pensando: Ah! Se eu pudesse!


 
                                    EMILIO CARLOS ALVES
 

Compartilhar
Emílio Carlos Alves
12/05/2012