Site de Poesias

Menu

Marcas

  Sempre deixarei as marcas
 de minha passagem em uma poesia.
 Uma voz oculta que revela meus pesadelos
 e os reais sonhos desta louca passagem. 
 
Entre linhas deixo transparecer
minha fascinação pelo romantismo
 e minha indignação pela injustiça.
(O que não quer dizer que eu seja justa sempre).
 
Venho da prorrogação de um grande sonho,
 No entanto todos os NÃOS recebidos
 me tornou mais forte,
 colaborou para a conquista de tesouros invendáveis.
 
Nunca conquistei troféus, nem medalhas,
 muito menos fortuna ou um status invejável.
 Falo das conquistas de minha alma,
  de evolução e aprendizado.
 
Falo do que não se vê
 mas que amansa o coração
da gente no momento de dor.
 
Não sou muito boa com rimas,
 falo do coração
e ele fala sem parar.
Sem nexos,
sem comparações
apenas com trechos
 do que se conquistou
ou do que ainda
será conquistado.
 
Não parei na beira da estrada,
 Estou bem à frente,
 caminhando, com um livro na mão,
 LUTANDO...
 
Jaqueline Luz

Compartilhar
Jaqueline Luz
17/04/2012