Site de Poesias

Menu

ABORTÍCIO

[Ilustração não carregada]

 
Desculpe-me minha filha!
Sai do sufoco , é certo
mas a vida pra você seria incerta,
instável, perigosa.
Está bem, concordo que seu direito
de livre escolha foi nulo
mas compreenda , por favor,
que o meu também não teve muito o que pensar.
Sabe você o que é a vida?
Sabe você o que é a sociedade?
Direitos e deveres? Fome? Doença?
Carência? Necessidade?
Desculpe minha filha.
Sai do sufoco, é claro;
mas é porque eu amo a liberdade.
Não seria eu livre
nem me sentiria bem
sabendo que o meu tesouro que seria você
não estivesse numa boa.
Poderia eu amar a vagabundagem,sem dinheiro
e alimentar você e educar você
e fazer você me compreender?
Já pensou você ,minha filha,
na idade que estou agora e curtir babaquices
e transar com idiotas curtidores de modas
sem personalidades,
sendo que eu nesta mesma idade
já enfrento e grito fraco
meu hino de liberdade e igualdade
perante os seres?
Que pensaria você
se soubesse que seu pai
em plena era de espaços e naves errantes,
era poeta, vagabundo, boêmio e
boca de litro”
e ainda gostava de coisas simples
como natureza,amor, música e … crianças?
E crianças !
Quem não ama crianças?
Hoje eu a matei ,  minha criança,
mas a vida a mataria muitas e muitas vezes.
Serias linda por certo;
mesmo se fosse vista por olhos corujas.
Estou contente por ter salvo minha liberdade
mas estou triste por não ter dado a voce uma oportunidade.
Não queira entender.
O ser humano é mesmo assim...
- Imbecil por natureza!
 
 
 

Compartilhar

do livro " ESTRADA & ASAS"
http://clubedeautores.com...

Pedro Vono (SP)
12/04/2012

  • 1 comentário
  • 232 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados