No fim do amor

Sopra o vento,

Corre o tempo

E passa o momentoo.

 

Cale-se o riso,

Fecham-se os olhos,

Desfaz-se o sorriso.

 

Abaixam-se os braços,

Ao sentiro o frio

Procura-se o abraço.

 

Perde-se a felicidade,

E no fim do dia

Encontra-se com a saudade.

 

Fica na rosa e seus espinhos,

A beleza de quem

Continua a seguir seu caminho.

 

Nova Odessa-SP

Nivaldo da Silva Santos
© Todos os direitos reservados