Site de Poesias

Menu

Canibais!

  

Aboios ressoam no leste
e as pedras parecem rolar.
Acertos são menos frequentes
e as cartas difíceis de dar.
Retornam sedentos no prado
e eu sinto que é hora da morte.
Coitado do Gado bonito...
Cadáver no açougue será.
Irão as madames sensíveis
pedir um e meio de peito;
um classe c vai de acém;
um chique comerá mignon!
A sobra vai ser triturada
e vai rechear quibe árabe;
da parte que tem muito sebo
hambúrguer será mesmo fato!
E o fato? É pra nordestino
Que é cabra mui macho, oxent!
Quem é mesmo o bicho, pergunto!
Quem é mesmo que ainda é Gente?
Cadáveres enchem barrIGa
e o câncer se faz, pois é Festa...

Ronaldo Rhusso

Compartilhar

Aviso aos navegantes:

Vim aqui a convite de um amigo e meu intuito é praticar a Poesia com liberdade e não
ensinar qualquer lição.
Se você acredita que o mundo deve ser destruído, que os animais não servem para mais nada
a não ser para serem devorados, respeito a sua opinião e o direito de expressá-la.

Mas me reservo o direito de deletar qualquer comentário tolo que vise debates infrutíferos.

Se meu texto lhe ofender, esqueça-o!

Se o site desejar a minha saída agradecerei o aviso.

A minha Cruzada pela vida pode ser quixotesca ou em vão,
mas qualquer ser humano que raciocina sabe que precisamos fazer algo
pela nossa saúde e pela saúde dos outros seres.

Se quiserem discutir acerca de Bíblia procurem uma Igreja que a utilize.

Meu trabalho é a favor da vida!

Agradecerei a compreensão.

RONALDO RHUSSO
13/02/2012