Site de Poesias

Menu

O vento

 
Sopra o vento em seu rosto, brisa leve que acalma o coração
Sopra forte tempestade capaz de arrastar-te  a outros lugares, outra direção
Ocupa os espaços sem perceber, intocável mais presente como um sutil acariciar na pele
Voa longe, voa alto alcança os céus e move tuas montanhas
Gira a roda da vida e balança-te  num dia de calmaria
Rodamoinho deixa rodar e por ele ver a vida passar...

 

Compartilhar
Lua Nova
05/12/2011

  • 0 comentários
  • 39 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados