Site de Poesias

Menu

Amor sem resposta...

O porquê de tudo isso eu não achei
em mais de mil enciclopédias procurei
Não poderia ter dado tão errado
para quem dizia que o amor é infindável...

Ah... está a corroer a minha alma,
a dúvida sem resposta tira a calma
e me deixa encarcerada na prisão
sem alma, amado e coração.

Eu vi o coração se debater enfrente a mim,
as lágrimas caíram sem ter um fim
a lua cheia, de noite esbelta, se entristeceu
olhei para o céu e soube que algo morreu. 

Compartilhar

Quando ele entrou em minha vida eu cri verdadeiramente num amor poético e incorruptível. Mas as circunstâncias foram crueis com nós dois, algo terrível nos separou de vez, mesmo ambos ainda com o amor recípocro e sincero. Só espero que este homem por quem me comprazo esteja bem, feliz, e que não esteja assim como eu. Que ele ainda tenha forças para amar, mesmo que seja um outro alguém.

Gabrielle Portella
19/11/2011