Site de Poesias

Menu

Assaz

[Ilustração não carregada]

 
Te amo às avessas,
às escondidas,
às claras,
às escuras, às cegas,
ao acaso.
A torto e a direito.
 
Te amo assim, amiúde.


 
Te beijo à distância,
ao lado, ao largo,
de cima, de dentro, de fora,
Frente a frente.
Te afago de longe,
de perto,
em baixo, em cima,
para dentro de mim.
Te procuro por ali,por aqui,
além, algures,alhures
aquém, atrás, lá longe.
Por dentro de mim,
por fora do sonho,
bem perto do paraíso...
Te perscruto de tempos em tempos.
Te sigo à noite,
à tarde, de dia, de manhã,
de quando em quando,
em silêncio!
 
É assim que te invento...
 
E, por vezes,
te descubro à minha esquerda,
quieto,
descansando no meu coração.

 

Compartilhar
eugênia morais
26/10/2011

  • 1 comentário
  • 278 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados