Site de Poesias

Menu

VINHO

(Zenilton Silva Júnior.)

Preencho uma taça.
Sorvo o líquido.
Sou inundado pelo sabor.
Embriago-me com o prazer.

Sou tomado pelo poder.
Admiro a cor, a textura.
Maravilho-me com o odor.
Sinto o frescor, a formosura.

Chamo-o de néctar.
Néctar dos deuses.
Bebida dos reis.
Fonte de poderes.

Preencho outra taça.
Estimulo o líquido.
Bebo outra vez.
Deleito-me no vício...

Compartilhar

26/09/2011