Site de Poesias

Menu

Nosso Mundo


Eu não sei o que pode acontecer
Há um momento em que temos de reconhecer
Mas eu ainda acredito que a luz irá resplandecer
Quando vejo tanto furor até com quem está prestes a nascer
A violência daqueles que em Deus parecem descrer
Pessoas sofrendo sem alegria de viver
Ainda acredito que a paz podemos conceber!
 
A violência com aqueles que mal podem caminhar
A intolerância com quem apenas deseja a felicidade alcançar
O ódio de pessoas que desejam se vingar e que matam sem pensar
A maldade motivada por intriga familiar
A corrupção em uma nação onde pessoas não tem um lar
No mundo das drogas crianças começam a entrar
A natureza humana começa a se desorientar.
                                                      
A sociedade está caindo e começa a se denegrir
Estados com a violência começam a reprimir
Até o seu melhor amigo pode em sua cara cuspir
Em tempos sombrios vivemos como se não fossemos partir
Como pode uma criança se prostituir?
Como pode a impunidade ainda existir?

Compartilhar
Pedro Ferrer
04/09/2011