Site de Poesias

Menu

Fim dos tempos

[Ilustração não carregada]


A morte cavalga ao nosso lado
Não falo só de corpos
Que aos montes são empilhados
Não só o corpo ta morrendo
Não só o mundo ta padecendo
Mas a essência dos sentimentos... Se desfazendo!
Trocando o que é sagrado
Pelo impulso do momento
O homem desiste do amor
Esquecendo o casamento
Em troca escravizam-se... Por Sexo... Drogas e Divertimento!
O homem chora e se entristece
Compadece por uma nação
Mas esquece ao mesmo tempo
De amar seu próprio irmão;
É pai com sangue do filho nas mãos
É irmão matando irmão
Vitimas de desejos insanos
Criancinhas morrem em vão,
Nem em casa se encontra paz
Pois tem medo de ladrão!
Violência escancarada
Sem pudor e sem razão
E Tem gente que até acredita
Que ainda tem solução
Tentando iludir o povo
Com campanhas de conscientização
Pois a vida se tornou um caos
Cercada de tragédia, morte e destruição!
Mas o que vemos no presente
Já foi premeditado há muito tempo
E vem chegando o momento,
Segundo a Sagrada Bíblia...
 
O FIM DOS TEMPOS!

Compartilhar

Ao ler um jornal me perdi com as frases que constantemente perturbavam a minha mente....apenas coloquei no papel na mesma ordem em que vinham em minha mente!

Syll Souza
03/09/2011

  • 1 comentário
  • 64 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados