Site de Poesias

Menu

O Mesmo Erro

A pouco tempo vi o mundo desabar sobre mim,

Noites sem consegui dormir.

Pesadelos que insistiam em me acompanhar,

Uma dor tão imensa que não podia suportar.

A dor de ver você me deixar.

A dor de não conseguir mais amar.


O tempo passou e eu prometi

Que no mesmo erro não iria cair,

Não iria mais me entregar

Não iria mais me apaixonar.


Mas, o que adianta prometer?

Se sem amor é mesmo impossível viver.

Se tornando fácil o mesmo erro cometer.

Esperando não sofrer.

 

Compartilhar
Tatiana Moitinho Pavan
28/08/2011

  • 0 comentários
  • 43 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados