JUST IN TIME

 
JUST IN TIME
 
Que tempos horríveis estamos vivendo
tudo é no sistema “ JUST IN TIME “, só se
faz as coisas no estritamente necessário,
conceito ótimo para as relações profissionais,
porem, que ao meu ver, foi transportado
para as relações pessoais, nada de se envolver,
se comprometer com nada além daquilo que
nos faz pensar do que realmente seria o
ideal para nos mesmos.
 
Aldous Huxley, foi profético em seu
“ Admirável Mundo Novo “, quem leu sabe
como aquela sociedade funcionava, só tá
faltando a droga, isso é quase, afinal
a “ Descriminalização “ esta batendo a nossa
porta, e ai vai ser uma beleza, que digam a
criminalidade que cotidianamente nos apavora.
 
Não esquecendo o grande George Orwel, em
seu “ 1984 “, isso já estamos vivendo a muito
tempo. O patrulhamento não tem lado, e igual
em ambos, total invasão de privacidade.
 
Mas tem também, algo que tenho notado,
que é a nova “ Era Inquisitória “, nada de
demonstrar sentimentos, vontades
não materializadas, a coisa que é essencial
para a vida, o bem se relacionar, a demonstração
de carinho e principalmente respeito, isso nem
pensar, porque se assim se demonstra, é critica,
conselhos que não se deve agir dessa maneira,
é um julgamento impiedoso, se demonstrar
qualquer sentimento, que não seja o estilo “ JUST IN TIME “.
 
Lembro da luta da minha geração, contra as guerras
absurdas, da repressão, tudo era o “ Paz & Amor “,
onde hoje a Paz esta no nosso confinamento habitacional ,
e o “ Amor “, bom desse é melhor deixar pro intimo de
cada um, se não estarei eu aqui a julgar as pessoas.
 
Então é isso, ao acordar, antes de qualquer coisa,
verifique suas prioridades, e “ JUST IN TIME “
nelas.
 
M.A. Tisi
 

Marco Aurelio Tisi
© Todos os direitos reservados