Site de Poesias

Menu

Sempre comi os vossos RESTOS

                                               Sempre comi os vossos restos, sempre mastiguei os osssos triturados

     osssos insalivados por locotarios inimigos ah. Sempre comi os vosssos ossos, a minha alimentacao sempre foi de baixo  da mesa em quanto vosses na mesa sempre comi os vossos restos, sempre fui colocado de traz nos vossos planos sempre senti o incalcio da vida a chegar cada vez mas proximo como as dividas de Portugal, sempre sempre comi os vossos ossos...

Compartilhar
Poeta Momentaneo
18/07/2011

  • 0 comentários
  • 50 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados