Site de Poesias

Menu

D e s c a n s o ....

[Ilustração não carregada]



Descansar no teu colo
e sonhar nos teus abraços,
conforta-me e consola-me!


Saber dos laços que nos envolvem,
ainda que sejam antigos,
fortalece-me e apetece-me.

Já não controlo minha mente,

nem o medo de te perder.

Enxergo em teu olhar

um pedido mudo,

para que eu fique aqui, para sempre.

Aqui, nesse abrigo, onde me escondo

a uma eternidade.
Sempre nos seus braços!

Vejo meu medo penetrando

na incerteza da vida.

Tua pureza, me assusta!

Tua eterna permanência,porém, me encanta!

Até quando existiremos?

A certeza da morte, que um dia há de nos separar,

deprime-me, desencoraja-me.

Mas, ainda assim, chamo teu nome,

clamo teu corpo,

e entrego-te o meu.

Ainda nos resta, nessa noite clara,

talvez a última,

à sombra do luar, um foco  esperançoso de luz eterna.

A luz do momento presente!

A p r o v e i t é m o - l o!

Longe da vida, distante do mundo,

é adormecendo nos teus braços,

a única maneira como desejo morrer!
 

 

 

_____________ Eugênia Morais____________

Compartilhar
eugênia morais
12/07/2011

  • 2 comentários
  • 359 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados