Site de Poesias

Menu

HORIZONTE PERDIDO

 
HORIZONTE PERDIDO
 
Agora que fui rejeitado, por quem, um dia,
disse que me AMAVA, estou com o meu
“Horizonte Perdido “, que não é aquele
onde esta “ Shangri-la” pois, seria muita
pretensão minha, viver “ Eternamente “,
quando lá chegasse, ainda mais sem
alguém “ Extremamente Especial “,
que me rejeitou, mas que impregna minha alma.
 
O “ Horizonte Perdido “ no qual me vislumbro,
estou só, acompanhado das lembranças
memoráveis do meu “ Passado Recente “.
 
“Horizonte Perdido “da minha sobrevivência,
entorpecida pela falta de alguém
“ Extremamente Especial “ que ora me rejeita.
Que aflorou em mim os mais profundos sentimentos
de “ AMOR “ e “ BEM QUERER “.
 
Mas, estou diminuindo o passo em direção a esse,
“ Horizonte Perdido “, na expectativa de que o
“ UNIVERSO “ de uma virada em meu
“ Destino Cruel “ e este “ Horizonte Perdido “
torne – se em um “ Crepúsculo da minha Existência “
que num “ Passado Recente “, compartilhava comigo
o nosso “ AMOR “ e “ BEM QUERER “.
 
Mas tenho que ser realista, e “ Viver “ o que tenho que
“ Viver “, nessa difícil “ Missão “ que me foi atribuída
nessa “ Vida Terrena “ e passar os meus últimos tempos
sem alguém “ Extremamente Especial “ que me rejeitou.
 
Mas os “ Sonhos “ e principalmente os “ Sonhos Acordados “,
especialmente estes, ainda não nos foram proibidos,
para vislumbrar um “ Horizonte “ que não seja “ Perdido ”
 
M.A.TISI
 

Compartilhar
Marco Aurelio Tisi
30/06/2011