Site de Poesias

Menu

Em nome do poder e do progresso

Tudo em nome do poder e do progresso...
Mães chorando por verem filhos de sete...oito anos... morrendo mutilados, por causa da radioatividade atômica vazada da usina de Chernobyl. Crianças com braços mecânicos, pernas atrofiadas, transformadas em ET’s (extraterrestres), brincando, sem poder andar direito.
A vida no planeta Terra está difícil. A mentalidade dos governantes do Mundo está complicada. Tudo em nome do poder e do progresso.
Que poder é esse? Que progresso é esse? Tudo que vem para prejudicar o ser humano não é progresso, nem poder de autoridade alguma legitimamente constituída por um povo. É autoritarismo, egoísmo e burrice. Tudo o que traz doença é prejudicial.
Os governantes do mundo deveriam estar maduros para discernir entre o bem e o mal, e, conseqüentemente, estarem conscientes do poder altamente destrutivo da energia atômica, e abolirem definitivamente a sua utilização bélica e maléfica, para se evitar tragédias e catástrofes mundiais no futuro.
Em nome do poder e do progresso, muitas almas estão penando!
Alguns ingredientes muito importantes deveriam estar constantemente em evidência para uma boa convivência humana, como o amor, a meditação, a oração e a compreensão, atitudes que nos ajudam a serenar os ânimos e nos auxiliam a enfrentar a vida de maneira mais saudável e humanitária, a cada nascer do sol, de maneira simples, humilde (diante da grandeza infinita do universo) e com o espírito de solidariedade fortalecido.

Compartilhar

19/06/2011

  • 0 comentários
  • 204 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados