Site de Poesias

Menu

POR NÃO PODER OU NÃO QUERER

 Por não poder ou não querer

suporta-se os despóstas

os patifes, os lacaios

Por não poder ou não queres

vonvive-se com as megeras,

os maledicentes, os fantoches

Por não poder ou não querer

sufoca-se o poder de decisão

para suportar os lorpos, os

pecos, os capachos

Por não poder ou não querer

abre-se mão de utopias para

tolerar os cupinchas, os avarentos

Por não poder ou não querer

perde-se a razão para ficar estanque

e os necrófagos se apossarem das

das mais vitais energias

 

 

Compartilhar

16/06/2011

  • 1 comentário
  • 41 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados