Site de Poesias

Menu

O AUDACIOSO PLANO DA DOMINAÇÃO VERMELHA OU SIMPLESMENTE COLA-KID

 
VERMELHA COMO REVOLUÇÃO
ELA É MAIS FÁCIL QUE A PRÓPRIA COR...
QUE SUSCITA PAIXÃO,
QUE SE INFILTRA EM CANTOS
E SEM DEIXAR ENCANTOS OU DOR,
PERMUTA A ÁGUA DO CORPO.
NOS RIOS EM QUE VAGA VAZIA,
BÓIA METÁLICA
APÓS TER DOUTRINADO
A CRIANÇA, A IGREJA,
O JOVEM, A ESCOLA,
O ADULTO, A EMPRESA,
O VELHO, O MUNDO;
RESOLUTO,
COLA-KID SEGUE INCÓLUME
SEU PLANO DE DOMINAÇÃO.
ATRAI A VERDE PAIXÃO
EQUANTO A HUMANIDADE CONSOME:
DÓLARES QUE OLHAM,
EM DÚVIDA, DESCONFIADOS
DA TROCA DE MÃOS.
INCITA VELADO HORROR,
A PRETA DE CONFUSO SABOR;
E ATIRA EM TUDO, EM TODOS
SEM DISTINÇÃO
DE FÉ, CULTURA, AMOR.
POUCOS PERCEBEM
A REVOLUÇÀO EM CURSO,
JÁ SECULAR,
PREVENDO ANOS DOURADOS
DE UM PODER PERMUTAR
A MATIZ DO SANGUE
EM LÍQUIDO DE NEGRA DOR.
AQUI E ACOLÁ,
O DEMÔNIO É PINTADO DE LATA,
ESCARLATE...
JÁ QUE NÃO PODE SER OURO,
ESSA (É A) PRETA
QUE NINGUÉM DISCRIMINA,
CRESCE MINANDO PESSOAS
COM ESTOMACAL DINAMITE,
PROPAGANDA DE GUERRA,
CAFEÍNA, GÁS, CELULITE.
E TUDO INDICA,
O VENTO NA VELA CONFIRMA:
INEXORÁVEL,
RUMAMOS AO INFINITO RUBI
QUE INICIA SUAS ORDENS
COM O “TSSSS...”
E COMPLETA:
- BEBA-ME OU EU TE DEVORO AQUI.

Compartilhar
ALEXANDRE NEGÃO
16/05/2011