Site de Poesias

Menu

MÃE QUERIDA

Hoje mãe,  é seu dia...

Queria te cobrir de beijos...

             sentir teu abraço forte... 

            acariciar-te as faces...

            deitar-me em teu colo

           e adormecer a sorrir!

 

Queria sentir o deslize de tuas mãos

           nos meus cabelos...

Queria voltar a ser criança,

           para ouvir teu canto doce:

           dorme, dorme filhinha,

           mamãe está aqui...hã.. hã...hã...

 

Hoje o tempo passou,

E já não sou criança...

Faltam-me tuas carícias,

Faltam-se tantas delícias tuas...

E veio com o tempo, a distância

Sempre a nos separar...

Mas neste instante maior,

Em que não estás aqui,

Neste tão belo dia,

Saúdo a todas as mães,

E à nossa Mãe Maior,

Fico a rogar pela tua  felicidade

Neste teu grande dia!

 

Mãe, mais do que nunca,

Hoje , eu me lembro,

Do nosso passado tão próximo,

Quando vivíamos juntinhas e felizes,

Lembro-me de tuas lágrimas,

Mais pareciam pérolas brilhantes,

Quando por vezes, eu adoecia,

Lembro-me de tuas preces,

Tão bem dirigidas ao Alto,

Suplicando de Maria,

Proteção aos filhos teus,

Lembro-me , mãe querida,

Que por tudo te estremecias,

Lembro-me até

Que parecias sentir dores,

Ao gemer um filho teu,

Lembro-me também,

Das tuas grandes alegrias,

Quando vias feliz ou vitorioso

Um filho teu!

 

Sei que jamais alguém poderá

Algum dia falar

Que pudesse alguém amar,

Tanto assim à sua mãezinha!

 

 

  

Compartilhar
Josélia Cavalcanti
07/05/2011