Site de Poesias

Menu

Minha tia Naide

Ela se pintava, se perfumava e se vestia, se punha bela cheirosa, sorridente e caprichosa.
Caprichosa com tudo. Como sua casa era bem arrumada e limpa! Cada objeto era para decorar e combinar, suas vasilhas de alumínio eram tão limpas , brilhavam  e poderiam se tornar um espelho.
 
Gostava tanto de amparar seus parentes.
Reuniões, aos fins de semana eram na sua casa que ela colocava de portas abertas para quem lá chegar, com a vitrola a tocar, ela se punha a cantar e dançar.
 
Amada amante, Roberto Carlos, João Mineiro e Marciano, Mato Grosso e Matias na sua coleção de discos eram os primeiros e preferidos.
Quando a limpar casa ou lavar roupas ela cantava e encantava a mim quando criança, eu a admirava com sua alegria contagiante, há musicas que quando escuto me lembro perfeitamente dela, sua voz que ainda se encontra no meu consciente.
 
Seu quintal com variedades de rosas e flores, seu mino eram as orquídeas que naquela casa da minha tia Nadie sempre floriam.
Na minha infância querida que trago na lembrança, as peraltices de criança de subir nas arvores, não só para   apanhar frutas como também brincar.
 
Ah, que saudade do meu pé de goiaba, abacate, manga e laranja, aquele quintal e aquela casa ate parecia que era minha, e eu tinha essa sensação, pois os melhores momentos de minha infância foram vividos na casa da minha tia Naide.
 
Saudade também do louro, que dizia toda vez que meu tio ia chegar. Pai chegou, pai chegou.
E o Sheike um cãozinho de raça indefinida, branco tão branco porque a minha tia Naide dele zelava e dava banhos constantes.
 
As duas casas no quintal, o jipe, o louro, o Sheike, as arvores frutíferas, seus dois filhos carinhosamente chamados de Vando e Dudu, esta era a família da minha tia Naide que muito nova se foi, mais deixou muitas lembranças alegres de uma filha, de uma mãe e de uma tia chamada Naide. Sei que você está bem e um dia eu novamente ei de te encontrar.
                                                                                           
 
 

 

Compartilhar
Gisele Araujo
22/04/2011