Você

Você que em sonho imaginei
e que em versos tanto cantei
e ao universo me entreguei

Não vê que tudo que passei
Se em vão não foi, não esquecerei

Você que um dia caminhou
e nesta estrada aqui pisou
e desabrocha como a flor

Não vê que aqui ainda estou
a "ver" e contemplar o amor

Você que é canto e que reluz
e que o meu coração seduz
e que é do breu, a minha luz

Não vê que o verbo se traduz
tornando breve a minha cruz...

"Você" traduz uma aspiração, um sonho sempre atual...

Salvador-BA